Acessar AVA Forums 1º Fórum de Teologia Batista 1º Fórum de Teologia Batista Responder a: 1º Fórum de Teologia Batista

  • GUILHERME

    Member
    19/03/2024 a 10:13

    1 – João Smyth foi pastor anglicano entre 1600 e 1603, tornando-se então puritano e, mais tarde, em 1606, separatista. Com a grande perseguição estabelecida pelo rei Tiago I, e após muita discussão na congregação, houve a resolução de emigrarem para a Holanda.

    Com base no texto de referência, O berço do movimento batista, responda as seguintes questões:

    A – O que estava acontecendo na Inglaterra que provocou essa emigração para a Holanda?
    Uma perseguição ocorreu na Inglaterra, promovida por Tiago I, o que fez com que o grupo que deu origem aos Batistas tivesse que migrar para a holanda.

    B – O que João Smyth e seu grupo desejavam encontrar na Holanda?
    Maior liberdade para poderem cultuar a Deus como compreendiam correto.

    C – Quem foi o seu auxiliar nesse desafio?
    Tomas Helwys ajudou principalmente com aportes financeiros.

    D – Em que ano aconteceu?
    Entre 1607 e 1608.

    E – Quando e onde foi fundada a primeira igreja batista?
    Em 1609 com o batismo de João e Tomas e os demais fiéis que estavam com eles.

    2 – Tomás Helwys publicou um livro intitulado Breve declaração do mistério da iniquidade, publicado em 1612. Em uma das cópias do referido livro, há uma dedicatória ao rei Tiago I. A atitude de Hewys foi considerada muito ousada naquela época por encaminhar ao Rei da Inglaterra tal declaração, a ponto de levá-lo à prisão, onde veio a falecer.

    – Descreva o conteúdo dessa dedicatória e se o mesmo está de acordo com os ideais de liberdade e democracia dos nossos dias?
    A dedicatória trazia a ideia de que o rei não era um homem diferente dos demais em essência divina, e por isso não era justo que o rei limitasse a liberdade religiosa de seus súditos, pois ele não tinha autoridade divina. O mesmo pode ser enxergado nos ideais democráticos de liberdade que existem hoje, onde os presidentes republicanos são cidadãos normais, apenas dotados de responsabilidade para representar os cidadãos de seus países.