Acessar AVA Forums Fórum de Teologia do Antigo Testamento Testemunho a respeito do Deus criador Responder a: Testemunho a respeito do Deus criador

  • Daniel

    Member
    19/03/2024 a 16:32

    1 – Brueggemann entende o Antigo Testamento como um discurso, é o discurso de uma comunidade, o
    testemunho de Israel de que Deus assim falou. Não é tarefa da teologia do Antigo Testamento lidar com a historicidade, ainda que seja esta legítima, e mesmo as questões ontológicas devem ser colocadas à parte. Brueggeman reconhece, pois, a dificuldade de encontrar “o que aconteceu?” e mais ainda em encontrar “o que é?”, portanto ele suspende essas questões ao definir os limites de sua teologia do Antigo Testamento.

    Sendo o discurso a realidade a ser estudada, ele questionará “O que foi dito?” e, especialmente, “O que se diz acerca de Deus?”, sugerindo que “a maior rubrica sob a qual podemos considerar o discurso de Israel sobre Deus é a de testemunho”. Desse modo, tomando o testemunho como um modo de conhecimento, inevitavelmente romperá com a epistemologia positivista no mundo antigo ou no mundo contemporâneo.

    Sua abordagem é interessante e, com certeza, resulta em algo diferente dos paradigmas contemporâneos.

    2- Como já dito, Brueggemann foca no testemunho. Israel testemunha um Deus que age, o interesse de Israel é a ação de Deus. Nesse cenário, os verbos ganham uma posição de destaque. “O testemunho de Israel sobre Javé como Criador se refere ao seu poder definitivo para produzir um completo<i style=”font-family: inherit; font-size: inherit; color: var(–bb-body-text-color);”> novum“. Esse completo novum é resultante da ação divina, tal ação é bem evidente em alguns verbos de criação, mas um deles tem a primazia, não apenas por ser o primeiro (o que inicia), mas também por excelência, é ele o verbo bara’, cujo sujeito é e somente pode ser Deus.