Acessar AVA Forums 1º Fórum de Teologia Batista 1º Fórum de Teologia Batista Responder a: 1º Fórum de Teologia Batista

  • [email protected]

    Member
    22/03/2024 a 22:03

    1-

    a) Havia um rei na Inglaterra por nome de Tiago I que não permitia o exercício da liberdade religiosa , este incorria em perseguir implacavelmente João Smyth, que de pastor anglicano, tornou-se puritano, mas tarde sendo separatista. Dada esta perseguição em sua própria pátria, Smyth não outro caminho a não ser uma fuga, para outra nação, a qual pudesse ter seu direito de pensamento religioso respeitado.

    b)- Encontrar a liberdade religiosa, ou seja buscar uma terra na qual pudesse reder a Deus a adoração conforme suas premissas. sem a imposição de um governo que buscasse atrapalhar sua forma de adorar, e sua fé.

    c)- Seu advogado foi Tomás Helwys, que além de advogar, foi fundamental como suporte financeiro, ou seja; “Deus provê”.

    d)- Ocorreu em meados de 1607 á 1608

    e)- Em 1609 na cidade de Amsterdã

    2 – ” O rei é um mortal, e não Deus, pelo que não tem poder sobre as almas mortais de seus súditos, para fazer leis e ordenanças para elas e para impor senhores espirituais sobre eles”.

    Diante desta afirmativa me curvo ao entendimento de que, de fato o pensamento esta de acordo com os ideais de liberdade e democracia de nossos dias atuais.

    Imagina o rei Tiago I com sua perseguição implacável aqui em nosso país, imagina viver oprimido por um sistema que nos sufoca, ou busca arrancar de nós o direito a professar nossa fé, nossa liberdade religiosa, nossa forma de buscar e adorar a Deus. É bem verdade que mundo a fora existem sistemas de governos, que não permitem que o evangelho seja proclamado, que nós enquanto servos do Senhor, busquemos fazer valer este direito que ainda nos é conferido, que possamos ser embaixadores do Senhor Jesus nesta terra. Acredito que o que Helwys quis dizer foi: Nosso Deus é imortal, e por ser imortal, nos é conferido anunciar aos outros, que existe os que governam e que são mortais, e estes não detem o poder sobre as almas, mas o nosso Deus sim”.

    “Somos Embaixadores do Rei por Cristo Jesus o nosso Senhor”. portanto representantes dele na pátria que estivermos.