Acessar AVA Forums 2º Fórum de Teologia Batista Para resposta ao 2º Fórum Responder a: Para resposta ao 2º Fórum

  • LEANDRO

    Member
    21/04/2024 a 22:53

    PACTO DAS IGREJAS BATISTAS

    QUESTÃO 1

    A sua denominação ou igreja possui um documento de compromisso dos seus membros? Se afirmativo, cite o nome desse documento. Caso negativo, comente se acha importante a construção desse documento?

    R: sim, o nome do documento é pacto e estatuto.

    QUESTÃO 2

    Com base no texto de referência, Pacto das igrejas batistas:

    a) Descreva o que mais lhe chamou a atenção no texto (Mínimo de 3 linhas).

    R: O que mais me chamou a atenção no texto, foi o fato de esse Pacto ser uma espécie de contrato entre os membros e a igreja, em que aquele se compromete publicamente à ter uma vida de santidade tanto dentro da igreja como em sua vida secular; se comprometendo à igreja local, contribuindo liberalmente para o sustento do ministério, para as despesas da igreja, para o auxílio dos pobres e para a propaganda do Evangelho em todas as nações (fazer missões); a procurar a salvação de todo o mundo, a começar dos nossos parentes, amigos e conhecidos; visando a expansão do Reino do nosso Salvador; e o cuidado com nossos irmãos.

    Então o que mais me chamou atenção no texto, e o fato que o cristão tem que ter uma vida de devocional particular, pois e através de uma vida de santidade venceremos as provações imposta pela expansão do reino de nosso salvador Jesus Cristo.

    b) Comente sobre os seguintes compromissos citados no Pacto referentes

    Unidade cristã;

    Contribuição para o sustento da igreja e sua missão evangelizadora;

    Compromisso da prática da devoção particular; e

    Ao se mudar para outra localidade, assumir o compromisso de se unir a outra Igreja da mesma fé e ordem?

    (Mínimo de 3 linhas).

    R: b1) Unidade cristã: Tendo sido levados pelo Espírito Santo a aceitar a Jesus Cristo como único e suficiente Salvador, e batizados, sob profissão de fé, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, decidimo-nos, unânimes, como um corpo em Cristo, firmar, solene e alegremente, na presença de Deus e desta congregação, o seguinte Pacto.

    Nesse caso, há um compromisso em manter a unidade cristã, vez que somos um corpo em Cristo, ao aceitarmos Jesus Cristo como único e suficiente Salvador, e batizados, sob profissão de fé, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo

    b.2) Contribuição para o sustento da igreja e sua missão evangelizadora: contribuir liberalmente para o sustento do ministério, para as despesas da Igreja, para o auxílio dos pobres e para a propaganda do Evangelho em todas as nações.

    Nesse compromisso, o membro se compromete a sustentar o ministério e as despesas da Igreja para que essa possa auxiliar os pobres e propagar o evangelho a todas as nações por meio das missões. Ressalta-se que a nossa Constituição Federal trouxe a separação entre o Estado e a Igreja, de modo que este só pode subvencionar aquela, com recursos públicos, excepcionalmente, e vidando o interesse público. Logo, a manutenção da Igreja deve ser custeada por seus membros, o que inclui o compromisso de honrar com as despesas da Igreja em seu mister para honra e glória do nosso Senhor Jesus.

    b.3) Compromisso da prática da devoção particular: Comprometemo-nos, também, a manter uma devoção particular; a evitar e condenar todos os vícios; a educar religiosamente nossos filhos; a procurar a salvação de todo o mundo, a começar dos nossos parentes, amigos e conhecidos; a ser corretos em nossas transações, fiéis em nossos compromissos, exemplares em nossa conduta e ser diligentes nos trabalhos seculares; evitar a detração, a difamação e a ira, sempre e em tudo visando à expansão do Reino do nosso Salvador.

    Esse compromisso traduz a devoção do crente em zelar pelo bom nome da Igreja e do nosso Senhor Jesus Cristo, visando à expansão do Seu Reino. Dessa forma, o crente deve ter uma vida reta, buscando sempre a santidade e dando bons exemplos.

    b.4) Ao se mudar para outra localidade, assumir o compromisso de se unir a outra Igreja da mesma fé e ordem: Finalmente, nos comprometemos a, quando sairmos desta localidade para outra, nos unirmos a uma outra Igreja da mesma fé e ordem, em que possamos observar os princípios da Palavra de Deus e o espírito deste Pacto.

    Por fim, esse último pacto compromete o crente a não apostar, a não se afastar da igreja e da comunhão com os irmãos da mesma fé cristã, se mantendo como corpo de Cristo onde quer que vá.