• Daniel

    Member
    10/05/2024 a 14:13

    Ao chamar Abrão, Deus lhe prometeu que “todas as famílias da terra serão abençoadas por meio de ti” e Israel, como descendente, correspondente direto de Abrão, seria meio de cumprimento dessa promessa. Para Javé, Israel é “reino de sacerdotes e nação santa”. Uma nação sacerdotal, mediadora e intercessora, sob a seguinte condição imposta por Javé: “se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança”. A interpretação desse bem-estar estendido a todo o mundo e a cura dos povos ganham reforço com Dêutero-Isaías: “Eu, o Senhor, te chamei em justiça, e te tomarei pela mão, e te guardarei, e te darei por aliança do povo, e para luz dos gentios. Para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos, e do cárcere os que jazem em trevas” (Is 42. 6,7).