• Josué

    Member
    09/06/2024 a 23:42

    Conforme observamos nas aulas, temos visto que Javé se relaciona com Israel, com a humanidade, com as nações e com a criação, de acordo com os testemunhos de Israel. Mas Deus é soberano, infinito e incessantemente fiel. O homem não pode alcançá-lo, mas Deus se relaciona com ele assim mesmo, por sua soberania e fidelidade. Deus é transcendente, mas ele se esvazia para relacionar-se com toda a criação, sem comprometer a sua soberania.

    Ao ouvir isso, facilmente vem à nossa mente os
    textos do Antigo Testamento que como vimos, são testemunhos de Israel a
    respeito de Deus. E esses testemunhos nos dão a visão magnífica de Deus se
    comunicando com os homens, como o momento em que Ele de sua imensa e indizível
    glória e santidade se dirige a Abrão, um homem idoso, sem possibilidade de descendência
    natural, vivendo em meio idólatra e sem conhecimento de Deus, finito, falível e
    perecível; nessa realidade humana, Javé surge, se comunica e a transforma. Ele faz através de sua mediações, como Moisés, os profetas, os sacrifícios, a Lei. Esses meios procuram conciliar a infinitude de Deus com a limitação humana.

    • This reply was modified 2 weeks Há by  Josué.