Responder a: Governo Eclesiásticos e Ordenação ao Ministério Pastoral

  • Ana Claudia

    Member
    22/04/2024 a 17:16

    1 – Trabalhando os Modelos de Governos Eclesiásticos:

    • Assista a aula (gravação) “Modelos de Governos Eclesiásticos”
    • Leia os materiais: Artigo do Prof. Dr. Gamaliel Carreiro – Modelos Eclesiásticos; acesse o site da Convenção Batista Brasileira e faça uma breve análise do modelo de governo das igrejas batistas no Brasil à luz da proposta de reflexão oferecida no artigo lido;

    A maior parte das igrejas batistas optam por um governo congregacional, isto é, cada igreja batista local possui autonomia administrativa. Os batistas acreditam que apesar das dificuldade, eles devem se esforçar pelo objetivo de governo congregacional porque segue o exemplo no Novo Testamento de governo da igreja e segue melhor a linha das doutrinas básicas que os batistas têm em alta estima.


    2 – Trabalhando os aspectos da Ordenação ao Ministério Pastoral:

    • Tomando como ponto de reflexão o artigo: Repensando o Processo de Encaminhamento do Vocacionado à Ordenação Pastoral – de Fernando Oliveira Cintra e, ainda, o artigo Pastores em Crise: Os Efeitos da Secularização e do Neopentecostalismo Sobre O Clero Protestante – de José Roberto Silveira; apresente uma breve reflexão sobre as práticas de ordenação pastoral das igrejas no Brasil e os desafios dos ordenados ante o cenário religioso atual.

    A ordenação pastoral enfrenta um grande desafio nos dias de hoje, talvez o maior deles: Nossos pastores estão verdadeiramente habilitados para a “boa obra” que foram vocacionados?

    O texto lido traz um série de aspectos que deveriam ser levados em conta ao se ordenar um pastor, aspectos estes que, a meu ver, resumem o que se espera dele: Tem o dom de Deus; reconhece que sua capacidade vem de Deus; tem um vida moral ilibada; sente a grande responsabilidade do ministério; está consciente das asperezas do ministério; está consciente da obrigação de pregar a mensagem santa; tem aptidão para ensinar; tem espírito de renúncia e sacrifício; é um real convertido.